Comunidade Cristã | Encantado, 25 de junho de 2022
MUITO ALÉM DO MILAGRE
Por: Pr. Armando Castoldi
20/05/2022

 

No Capítulo 9 do Evangelho de João, encontramos o relato da cura de um cego de nascença. Vale a pena ler esse texto pela riqueza de detalhes e de lições que podemos extrair dele, mas eu quero me ater a um segundo momento, quando depois desse homem ter passado por um questionamento massacrante da parte dos fariseus, Jesus o encontra novamente e trava com ele o seguinte diálogo: “Ouvindo Jesus que o tinham expulsado, encontrando-o, lhe perguntou: Crês tu no Filho do Homem? Ele respondeu e disse: Quem é Senhor, para que eu nele creia? E Jesus lhe disse: Já o tens visto, e é o que fala contigo. Então afirmou ele: Creio, Senhor; e o adorou. Prosseguiu Jesus? Eu vim a este mundo para juízo, a fim de que os que não veem vejam, e os que veem se tornem cegos” – (João 9.35-39).

Pois bem! Algo extraordinário acabara de acontecer. Esse mesmo homem, recém dissera aos fariseus que o questionavam: “Desde que há mundo, jamais se ouviu que alguém tenha aberto os olhos a um cego de nascença” – (João 9.32). Sendo assim, ele, o cego que fora curado, teria todas as razões para se ver como alguém que estava absolutamente em dia nas “suas contas” com Deus. Digamos então, que se alguém pudesse dizer de “boca cheia” que Deus se agradava dele, ele próprio seria essa pessoa. Pelo menos, essa seria a conclusão a que qualquer um de nós poderia chegar. Entretanto, Jesus tem um segundo momento com ele, onde fica evidente, que muito além de abrir seus olhos físicos, era necessário que também os seus olhos espirituais fossem abertos.

Todos nós, independentemente do que quer que pensemos ou creiamos, estamos inseridos dentro de realidades sobre as quais não temos domínio. Não fomos nós que criamos e nem somos nós que sustentamos o mundo. Se queremos ver ou se não queremos ver, o mundo no qual nos movemos, é o mundo de Deus. E pela graça comum, ou pela graça específica, bebemos de qualquer forma, da mesma fonte: “...Porque Ele faz nascer o seu sol sobre maus e bons e vir chuvas sobre justos e injustos” – (Mateus 5.45). Mas, o que dizer quando somos presenteados de maneira tão grandiosa como esse cego o foi? Não seria uma prova cabal que Deus se agrada de nós? Não seria, no mínimo, um selo de autenticação sobre a vida que levamos? Não necessariamente!

Por sua condição anterior, poderíamos entender que o milagre era a prova de que a vida daquele homem já estava aprovada diante de Deus e nada mais precisasse ser acrescentado.  Entretanto, Jesus vai ao seu encontro, porque a questão fundamental ainda não estava clara para ele.  E então, ainda confuso a respeito de tudo quanto acabara de acontecer, ele reconhece que Jesus é o Filho do Homem – o Messias; confessa-o como Senhor da sua vida, e O adora.

Prezado leitor: Talvez você também já tenha recebido muitos milagres, e isso o faça sentir-se seguro espiritualmente. Entretanto, a nossa segurança em Deus, não depende unicamente dos milagres que já tenhamos recebido ou dos sofrimentos pelos quais estejamos passando e sim, de algumas respostas claras que precisam ser dadas: Crês tu que Jesus é o Filho do Homem? Ele é o Senhor da sua vida? É a Ele que você adora?

JESUS, A OPÇÃO DA VIDA!

COMUNIDADE CRISTÃ
Culto: Domingos as 19h30min
Jovens: Sábados as 19h30min
Encontro de Oração: Sextas as 20h

Atendemos pelo e-mail contato@ccencantado.com.br
- Info. sobre reuniões de células
- Aconselhamento
- Esclarecimento bíblico
NOVIDADES
09/05/2020
               Não &e ... Leia Mais
COMUNIDADE CRISTÃ DE ENCANTADO/RS | TELEFONE: (51) 3751-1369 | EMAIL: contato@ccencantado.com.br