Comunidade Cristã | Encantado, 26 de junho de 2022
PADRÕES E DISTORÇÕES
Por: Pr. Armando Castoldi
21/09/2021

 

Não há dúvidas quanto à existência de uma ordem que rege a criação. Isso está exposto aos nossos olhos, nos céus e na terra: “Os céus proclamam a glória de Deus, e o firmamento anuncia as obras das suas mãos. Um dia discursa a outro dia, e uma noite revela conhecimento a outra noite. Não há linguagem, nem palavras, e deles não se ouve nenhum som; no entanto, por toda a terra se faz ouvir a sua voz, e as suas palavras, até os confins do mundo. Aí, pôs o sol, o qual, como noivo sai dos seus aposentos, se regozija como herói, a percorrer o seu caminho. Principia numa extremidade dos céus, e até a o outra vai o seu percurso; e nada refoge ao seu calor”. (Salmos 19.1-6).

               Alguém dirá: Mas não é o sol que faz esse movimento e sim a Terra.  Sim, é verdade, contudo isso é apenas uma forma de percepção ou semântica, que não tem o poder de mudar os fatos em relação à Terra e o Sol. Ora, tudo no universo tem seu lugar e função, quer faça parte do mundo inanimado ou de qualquer forma de manifestação de vida; tudo na criação existe com um propósito claramente definido. O problema, portanto, não está na descrição das coisas, mas na forma como as compreendemos em termos práticos.

Hoje, a ciência nos ajuda a entender melhor a criação. Mas, porque nos foi dado o poder de perscrutar o universo e, em grande parte também dominá-lo, muitas vezes vemos o homem se colocando no lugar de Deus, como se pudesse interpretar o mundo e recriá-lo ao próprio arbítrio.  Isso nós o fazemos de forma grosseira em relação à natureza, mas o fazemos de forma ainda mais irresponsável quando interferimos em conceitos estruturais básicos, que dizem respeito às expressões mais profundas do nosso ser, como a sexualidade e a família, por exemplo. Ora, quando tocamos em algo que quebra os padrões elementares, embarcamos numa aventura fadada ao fracasso, porque é obvio que as distorções jamais poderão produzir algo que por si mesmo se sustente.

 Infelizmente, porque somos o que somos, sempre estaremos às voltas com as tensões que se estabelecem entre os padrões e as distorções. A arte em lidar com essas tensões, é reconhecer a existência de padrões absolutos; é compreender os diferentes papéis de cada um; é reconhecer e respeitar os limites saudáveis; é buscar equilibrar os direitos com os respectivos deveres.  Diferentes culturas apresentam alguma variação em relação a isso, mas via de regra, as sociedades que se desenvolveram de forma saudável, preservaram esses padrões essenciais: homem e mulher; pai e mãe; professor e aluno; adulto e criança; patrão e empregado, e assim por diante. Modificar esses padrões, tocará sempre em algo elementar, que produzirá inevitavelmente consequências desastrosas.  

Prezado leitor: Neste final de semana, comemoramos mais um Dia Dos Pais.  Ainda temos um padrão saudável para orientar a família? O que é um pai? Pai é um ser humano masculino, que unido à mulher, irão reproduzir juntos, seres humanos masculinos e femininos, que possam preservar em essência todas as dimensões de sua natureza e expressão.  Este é o padrão bíblico e científico. Então, que a soberba não nos roube a razão!

JESUS, A OPÇÃO DA VIDA!

COMUNIDADE CRISTÃ
Culto: Domingos as 19h30min
Jovens: Sábados as 19h30min
Encontro de Oração: Sextas as 20h

Atendemos pelo e-mail contato@ccencantado.com.br
- Info. sobre reuniões de células
- Aconselhamento
- Esclarecimento bíblico
NOVIDADES
09/05/2020
               Não &e ... Leia Mais
COMUNIDADE CRISTÃ DE ENCANTADO/RS | TELEFONE: (51) 3751-1369 | EMAIL: contato@ccencantado.com.br