Comunidade Cristã | Encantado, 13 de agosto de 2020
RESGATANDO A VERDADEIRA PÁSCOA
Por: Pr. Armando Castoldi
10/04/2020

 

               Estamos vivendo páscoa diferente. Uma praga até então desconhecida, põe a todos nós acuados dentro das nossas casas. Deus terá algo a ver com isso? Meditando sobre essa questão, me ocorreu que na primeira páscoa, no Egito, o povo de Deus viveu uma situação semelhante: “Desta maneira o comereis: lombos cingidos, sandálias nos pés e cajado na mão; comê-lo-eis à pressa; é a páscoa do Senhor. Porque, naquela noite, passarei pela terra do Egito e ferirei na terra do Egito todos os primogênitos, desde os homens até aos animais; executarei juízo sobre todos os deuses do Egito. Eu sou o Senhor. O sangue vos será por sinal nas casas em que estiverdes quando eu vir o sangue, passarei por vós, e não haverá entre vós praga destruidora, quando eu ferir a terra do Egito. Este dia vos será por memorial, e o celebrareis com solenidade ao Senhor; nas vossas gerações e o celebrareis por estatuto perpétuo” (Êxodo 12.11-14).

               Cerca de 1300 anos depois, exatamente durante os festejos da Páscoa em Jerusalém, Cristo, o verdadeiro cordeiro foi sacrificado, carregando sobre si, na cruz do Calvário, todas as maldições que pesavam sobre a humanidade. 700 anos antes, o profeta Isaías descrevia assim sua trajetória: “Quem creu em nossa pregação? E a quem foi revelado o braço do Senhor? Porque foi subindo como renovo perante ele e como raiz de uma terra seca; olhamo-lo, mas nenhuma beleza havia que nos agradasse. Era desprezado e o mais rejeitado entre os homens; homem de dores e que sabe o que é padecer; e, como um de quem os homens escondem o rosto, era desprezado, e dele não fizemos caso. Certamente ele tomou sobre si as nossas enfermidades e as nossas dores levou sobre si; e nós o reputávamos por aflito, ferido de Deus e oprimido. Mas ele foi transpassado pelas nossas transgressões e moído pelas nossas iniquidades. O castigo que nos traz a paz estava sobre ele, e pelas suas pisaduras fomos sarados. Todos nós andávamos desgarrados como ovelhas; cada um se desviava pelo caminho, mas o Senhor fez cair sore ele a iniquidade de nós todos (Isaías 53.1-6).

               Desde então, ainda que os judeus continuem celebrando a páscoa como memorial da sua fuga do Egito, o cristianismo celebra uma páscoa diferente; uma páscoa que já não lembra a libertação de um escravidão humana ou geográfica, mas a libertação do jugo que tinha consequências  indizivelmente mais graves. É isso que a páscoa cristã celebra: “Agora, pois, já nenhuma condenação há para os que estão em Cristo Jesus. Porque a li do Espírito da vida, em Cristo Jesus, te livrou da lei do pecado e da morte” (Romanos 8.1).  Mas pergunto: Essa é a páscoa que temos verdadeiramente celebrado? É essa grandiosa e sublime realidade que tem produzido em nós a alegria da Páscoa?

               Prezado leitor: Não é irônico, que assim como os israelitas no Egito, estejamos encerrados dentro das nossas casas, nos protegendo de uma praga?  Deus não estaria tentando nos falar algo? Penso sinceramente, que Deus está dando a todos nós uma grande oportunidade de revermos os nossos caminhos e, quem sabe, depois de tanto tempo, ou pela primeira vez, celebrarmos a verdadeira páscoa.

JESUS, A OPÇÃO DA VIDA!

 

COMUNIDADE CRISTÃ
Culto: Domingos as 19h30min
Jovens: Sábados as 19h30min
Encontro de Oração: Sextas as 20h

Atendemos pelo e-mail contato@ccencantado.com.br
- Info. sobre reuniões de células
- Aconselhamento
- Esclarecimento bíblico
NOVIDADES
09/05/2020
               Não &e ... Leia Mais
COMUNIDADE CRISTÃ DE ENCANTADO/RS | TELEFONE: (51) 3751-1369 | EMAIL: contato@ccencantado.com.br