Comunidade Cristã | Encantado, 13 de agosto de 2020
AMOR OU IRA
Por: Pr. Armando Castoldi
01/04/2020

 

Diante de tanta soberba, de tanto egoísmo, de tanta depravação, de tanta violência, de tanta transgressão às leis - sejam divinas, civis ou naturais; de tanto descaso com o semelhante, de tanta autossuficiência, de tanta blasfêmia, muitas vezes tenho me perguntado: Até onde irá a longanimidade de Deus? Sim, porque se estivesse em seu lugar, eu já teria dado um “pára-te quieto” à humanidade.  Sejamos sinceros: o ser humano já estava há muito passado dos limites. Eu mesmo, com frequência, tenho me expressado aqui sobre essa questão, porque, por mais que avancemos no conhecimento científico, por mais riqueza que possamos produzir e acumular, por mais autossuficientes que possamos nos achar, nunca seremos um átomo sequer além daquilo que realmente somos. Mas como colocar isso em nossas mentes e corações? Então, de repente, estamos todos em casa, acuados, amedrontados, suscetíveis, resignados.  Onde foi parar toda a nossa arrogância?

               Não quero aqui fazer apologia dos meus próprios pensamentos, por isso transcrevo trechos do Salmo 2, deixando que a Palavra de Deus fale por si mesma: “Por que se enfurecem os gentios e os povos imaginam coisas vãs? Os reis da Terra se levantam, e os príncipes conspiram contra o Senhor e contra o seu Ungido, dizendo: rompamos os seus laços e sacudamos de nós as suas algemas. Ri-se aquele que habita nos céus; o Senhor zomba deles. Na sua ira, a seu tempo, lhes há de falar e no seu furor os confundirá. (....) Agora, pois, ó reis, sede prudentes; deixai-vos advertir, juízes da terra. Servi ao Senhor com temor e alegrai-vos nele com tremor. Beijai o Filho para que se não irrite, e não pereçais no caminho; porque dentro em pouco se lhe inflamará a ira. Bem aventurados todos os que nele se refugiam”. (Versos 1-5,10-12).

               Veja que a Palavra não é dirigida a um povo específico, a uma autoridade específica, a uma classe específica, mas sim uma advertência aos reis e aos povos; aos poderosos e aos fracos, por razões bem claras: a vaidade e o desejo de independência. Ora, não é exatamente isso que estávamos presenciando? Em que tempo na História a vaidade humana tem se exaltado tanto? Em que tempo da História a humanidade desprezou tanto ao Criador? E, preciso salientar algo bem específico que este Salmo refere: o desprezo e a aversão ao Filho de Deus; ao Ungido de Deus. Cristo tem se tornado objeto de escárnio, especialmente em nossa nação e, cresce assustadoramente a perseguição explícita ao cristianismo. Dados da missão Portas Abertas revelam que em cinquenta países o cristianismo sofre perseguição alta, grave ou severa. No ano de 2019, 4.305 cristãos foram martirizados, 1.847 igrejas e prédios cristãos foram atacados e 3.150 cristãos foram presos arbitrariamente.

               Prezado leitor: Não é Cristo o Salvador do mundo? Não morreu Ele na cruz pelos nossos pecados?  Não foi a vida de Cristo a mais incomparável prova de amor? Sim, porém o julgamento também está em Suas mãos: “Beijai o Filho para que se não irrite, e não pereçais no caminho; porque dentro em pouco se lhe inflamará a ira”.  Amor ou ira, são as únicas duas únicas opções: “Bem aventurados os que nele se refugiam”.

JESUS, A OPÇÃO DA VIDA!

COMUNIDADE CRISTÃ
Culto: Domingos as 19h30min
Jovens: Sábados as 19h30min
Encontro de Oração: Sextas as 20h

Atendemos pelo e-mail contato@ccencantado.com.br
- Info. sobre reuniões de células
- Aconselhamento
- Esclarecimento bíblico
NOVIDADES
09/05/2020
               Não &e ... Leia Mais
COMUNIDADE CRISTÃ DE ENCANTADO/RS | TELEFONE: (51) 3751-1369 | EMAIL: contato@ccencantado.com.br