Comunidade Cristã | Encantado, 21 de abril de 2019
SALVAÇÃO
Por: Pr. Armando Castoldi
08/04/2019

 

Muitos podem achar que o cristianismo radical seja fanatismo, entretanto ele é  uma resposta absolutamente racional diante da vida. Quem de fato segue a Cristo, sabe que  depende de Deus e que submeter-se à Sua vontade é a única opção segura, independentemente das circunstâncias ou das consequências. Muitas vezes a submissão à vontade de Deus parecerá loucura, mas será sempre o melhor caminho a seguir.

               Entretanto hoje está parecendo cada vez mais estranho falar desse tipo de fé, pois  o homem contemporâneo não  entende mais a perspectiva da eternidade. Sendo assim, sempre parecerá aos olhos do mundo mais obvio fazer aquilo que manda o próprio coração; obter o lucro que está ao alcance as mãos; usufruir  do prazer que se apresenta diante dos olhos, ainda que isso custe a cauterização da consciência e a inviabilidade do próprio futuro.

               Já fazem quase quarenta anos que me converti. O Evangelho que recebi à época me impactou profundamente por que me pedia tudo. Se eu quisesse fazer a vontade de Deus, deveria render completamente a Ele minha mente, vontade, emoções e meus projetos. O Jesus que eu conhecia até então nunca havia pedido tanto, mas o Jesus que agora me era apresentado, me pedia para morrer para mim mesmo e viver para Ele. Não era um Jesus carente que mendigava minha atenção, mas um Jesus poderoso e santo que me fazia sentir amado sim, mas absolutamente incapaz de agradá-lo senão pelo Seu próprio poder e graça. Foi assim que eu me converti, entendendo que precisava entregar absolutamente tudo e, como um vaso que havia se desfeito, deixar que o oleiro começasse tudo outra vez.   

               Para quem olhe de fora, talvez  possa parecer estranho ou arrogante o que estou falando e eu compreenderia se perguntasse: Mas o que há de diferente nele? Que mudanças tão grandes são essas?  Sim, eu admito que exteriormente a diferença pareça insignificante, pois continuo sendo uma pessoa normal, fazendo coisas normais, entretanto, dentro de mim tudo mudou: Eu saí do centro e entreguei a minha vida a Cristo! Não ouso absolutamente me comparar ao apóstolo Paulo, mas ao testemunhar da sua conversão ele diz: “Porque eu, mediante a própria lei, morri para a lei, a fim de viver para Deus. Estou crucificado com Cristo; logo, já não sou eu quem vive, mas Cristo vive em mim; e esse viver que, agora tenho na carne, vivo pela fé no Filho de Deus, que me amou e a si mesmo se entregou por mim” -Gálatas 2.19-10.

Prezado leitor: Nos últimos tempos, já depois de longos anos servindo a Cristo, vejo o quanto é inútil tentar dourar a pílula, ou ter um discurso que agrade as pessoas. O mundo está se desfazendo diante dos nossos olhos. E, mesmo que o mundo estivesse às mil maravilhas, um dia todos iremos morrer. O que sobra de tanto trabalho, de tanta vaidade, de tantas disputas, de tantos projetos? Ora, não importa quem você é, tenha ou faça! Há somente duas formas de deixar este mundo: salvo ou perdido, e, a decisão precisa ser tomada aqui: “As minhas ovelhas ouvem a minha voz; eu as conheço, e elas me seguem. Eu lhes dou a vida eterna; jamais perecerão, e ninguém as arrebatará da minha mão”João 10.27-28.

JESUS, A OPÇÃO DA VIDA!

COMUNIDADE CRISTÃ
Culto: Domingos as 19h30min
Jovens: Sábados as 19h30min
Encontro de Oração: Sextas as 20h

Atendemos pelo e-mail contato@ccencantado.com.br
- Info. sobre reuniões de células
- Aconselhamento
- Esclarecimento bíblico
NOVIDADES
COMUNIDADE CRISTÃ DE ENCANTADO/RS | TELEFONE: (51) 3751-1369 | EMAIL: contato@ccencantado.com.br