Comunidade Cristã | Encantado, 24 de setembro de 2017
CONFIANÇA EM DEUS
Por: Pr. Armando Castoldi
14/08/2017

 No ano de 1985 precisei me submeter a uma extração dentária e, por ser hemofílico, mesmo que em grau leve, fiz o procedimento no extinto Hospital Lazzarotto, que processava o fator VIII, extraído do plasma humano, necessário para compensar a deficiência de coagulação. À época surgiam os primeiros casos de morte por contaminação do HIV e, pouco tempo depois do procedimento, os meios de comunicação noticiavam que muitos hemofílicos haviam sido contaminados pelo vírus no referido hospital, uma vez que o método usado para esterilizar o sangue dos doadores, era ineficiente contra o vírus.  Infelizmente, todos vieram a falecer.

Não preciso dizer o drama pelo qual passei, até que por fim me encorajei a fazer o teste, que deu negativo. Com isso, segui a vida naturalmente.  À época residia em Gramado, onde era Oficial de Justiça e cursava o Seminário Teológico, junto ao Janz Team Brasil – Associação Brasileira de Evangelização, organização da qual ainda faço parte.

Em 1999, residindo há dois anos na cidade de Estrela, já casado e com três filhos, trabalhava na implantação de uma congregação, pela Junta de Missões da Convenção Batista Pioneira do Sul do Brasil.  No dia 02 de dezembro daquele ano, decidi começar a registrar em um caderno, algumas memórias que achasse importante preservar. Estava vivendo um tempo feliz, com as crianças ainda pequenas e totalmente focado e realizado no trabalho que estava fazendo, embora sentido frequentemente um desconforto no meu aparelho digestivo.   

Então coincidentemente, ou ironicamente, no dia 20 daquele mesmo mês, depois de fazer alguns exames médicos, recebi a notícia de que havia contraído o vírus da hepatite C.  Como a única medicação ministrada naqueles anos havia sido naquela ocasião, em l985, significava que minha esposa também poderia estar contaminada e por consequência, também os nossos três filhos.  Os dias que se sucederam foram terríveis, pois era como se o mundo tivesse desabado diante de mim.  Como falar isso à Simone? O fato é que só o fiz quatro meses depois. Absorvido primeiro impacto, ela se submeteu aos devidos exames e não havia sido contaminada e por consequência, os filhos também não. Começava então um período de calmaria e eu fui tocando a vida, confiando que Deus estava no controle de tudo.

Assim, cada vez mais meu coração foi se enchendo de fé e decidi selecionar todos os textos bíblicos sobre cura e transcrevi todos eles, de trás para frente no referido caderno, crendo que quando as minhas anotações se encontrassem com as últimas páginas já preenchidas, eu estaria curado.  Foi um caminho difícil, com muitas provas, mas finalmente no dia 06 de janeiro passado, dia em que completei 61 anos, recebi o resultado do meu tratamento: “Vírus não detectado”!  Foram 31 anos do contágio e 17 anos de luta consciente contra esse inimigo e finalmente, quando as folhas do meu caderno estavam terminando, Deus me deu vitória. Semana passada me submeti a vários exames, incluindo uma ecografia do abdômem e, para surpresa do próprio médico que realizou o exame, meu fígado está em ótimo estado.

Estou dando esse testemunho, em primeiro lugar para glorificar a Deus, “Porque dele, e por meio dele, e para ele são todas as coisas.”Romanos 11.36.  Em segundo lugar, para expressar publicamente minha gratidão à Simone, minha amada esposa e aos meus filhos.  Não sei o que teria sido de mim sem o apoio deles. Em terceiro lugar, para agradecer a todos meus irmãos na fé e amigos que se importaram comigo e oraram por mim, especialmente minha Igreja, que lutou lado a lado comigo essa batalha. E, quero também expressar minha gratidão aos profissionais da saúde e especialmente a dois médicos que Deus colocou no meu caminho a seu tempo, como anjos enviados d’Ele:  Dr. Ângelo Zambam de Matos, de Porto Alegre e Dr. Guilherme Mariante Neto, de Lajeado.  Sim, Deus age também pela mão dos médicos!

Prezado leitor: Finalmente, estou dando esse testemunho, porque quero deixar uma palavra de esperança para quem estiver hoje diante de uma situação difícil, que talvez aos olhos humanos pareça não haver saída: Entregue sua vida e sua causa a Deus, espere n’Ele e continue fazendo sua parte. Não se deixe vencer pelo desânimo. Nunca desista!  Deus é o Senhor de tudo e, do Seu modo e ao Seu tempo, o milagre virá: “Eis que eu sou o Senhor, o Deus de todos os viventes; acaso haveria cousa demasiadamente maravilhosa para mim?”Jeremias 32.27.

JESUS, A OPÇÃO DA VIDA!

COMUNIDADE CRISTÃ
Culto: Domingos as 19h30min
Jovens: Sábados as 19h30min
Encontro de Oração: Sextas as 20h

Atendemos pelo e-mail contato@ccencantado.com.br
- Info. sobre reuniões de células
- Aconselhamento
- Esclarecimento bíblico
NOVIDADES
COMUNIDADE CRISTÃ DE ENCANTADO/RS | TELEFONE: (51) 3751-1369 | EMAIL: contato@ccencantado.com.br