Comunidade Cristã | Encantado, 23 de setembro de 2017
UM AMOR INDIGESTO?
Por: Pr. Armando Castoldi
21/10/2016
O Evangelho é a oferta da salvação pela graça mediante o preço pago por Jesus Cristo na cruz do Calvário. Esse ato do amor de Deus pode ser resumido no seguinte texto do Novo Testamento: “Por que Deus amou o mundo de tal maneira que deu o seu Filho unigênito, para que todo o que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porquanto Deus enviou o seu filho ao mundo, não para que julgasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por ele. Quem nele crê não é julgado; o que não crê já está julgado, porquanto não crê no nome do unigênito Filho de Deus” - João 3:16-18. Assim, por mais que o mundo mude, a mensagem do Evangelho sempre se resumirá em quatro questões fundamentais: 1º) Deus ama você: Não importa o que você pensa ou sente a respeito de si mesmo. Deus o ama! ; 2º)Você é por natureza um pecador perdido: Não há contradição nessas duas afirmações. Deus ama você porém não ama o seu pecado. Não adianta nos rebelarmos contra esse fato ou pensar que diante da justiça de Deus temos mais créditos que débitos. Deus não trabalha com contabilidade; Deus trabalha com a Sua justiça e com a Sua graça: “Pois todos pecaram e carecem da glória de Deus, sendo justificados gratuitamente, por sua graça, mediante a redenção que há em Cristo Jesus” – Romanos 3:23-24; 3º) Jesus pagou na cruz o preço dos seus pecados: Ao morrer na cruz, Jesus pagou sua dívida diante do tribunal da justiça divina. Isso é um fato consumado. Foi assim que Ele decidiu nos salvar, exatamente por que essa é a maior prova de amor que Ele poderia nos dar: “Mas Deus prova o seu próprio amor para conosco pelo fato de ter Cristo morrido por nós, sendo nós ainda pecadores” – Romanos 5:8. E o pior, é que ainda continuamos sendo!; 4º) Você precisa arrepender-se dos seus pecados e aceitar a Jesus Cristo como Salvador e Senhor da sua vida: Ora, por maior que seja o amor de Deus por você , e por mais abertos que estejam os Seus braços, cabe a você decidir se aceita o plano que Ele estabeleceu ou se irá tentar salvar-se por si mesmo. Estes são os fatos! Você provavelmente já ouviu falar da parábola narrada pelo Senhor Jesus, daquele filho que, exigindo antecipadamente sua herança por fim caiu em extrema pobreza e solidão. Quando começa o seu caminho de volta? Começa exatamente no ponto em que ele reconhece sua condição e lembra que ainda possuía um pai: “Então, caindo em si, disse: Quantos trabalhadores de meu pai têm pão com fartura, e eu aqui morro de fome! Levantar-me-ei e irei ter com meu pai e lhe direi: Pai, pequei contra o céu e diante de ti, já não sou digno de ser chamado teu filho; trata-me como um dos teus empregados” – Lucas 15:17-18 a. Aquele filho ainda estava sujo, maltrapilho, desnutrido, sem nenhum centavo no bolso, porém ele preenchia uma condição fundamental para ser aceito de volta: Ele estava arrependido, disposto a pedir perdão e se submeter novamente à autoridade do seu pai. Prezado leitor: Muitos precisam chegar no fundo do poço, como o filho pródigo, para que compreendam sua condição. Outros não precisam chegar a tanto. Entretanto alguns, nem o fundo do poço amolecerá os seus corações. Ora, eu sei que nestes tempos de discursos politicamente corretos, essa mensagem soa indigesta, pois parece ferir nossa autoestima. Contudo, esta é a mensagem central do Evangelho de Jesus Cristo e que, não precisemos chegar ao ponto de perder nossa autoestima para entender o quanto Deus nos ama! JESUS, A OPÇÃO DA VIDA!
COMUNIDADE CRISTÃ
Culto: Domingos as 19h30min
Jovens: Sábados as 19h30min
Encontro de Oração: Sextas as 20h

Atendemos pelo e-mail contato@ccencantado.com.br
- Info. sobre reuniões de células
- Aconselhamento
- Esclarecimento bíblico
NOVIDADES
COMUNIDADE CRISTÃ DE ENCANTADO/RS | TELEFONE: (51) 3751-1369 | EMAIL: contato@ccencantado.com.br