Comunidade Cristã | Encantado, 23 de setembro de 2017
ENTÃO É NATAL
Por: Pr. Armando Castoldi
25/12/2015
A conhecida canção de John Lennon, que se tornou tão popular aqui no Brasil na voz da cantora Simone, diz em seu primeiro verso: “Então é Natal, e o que você fez?”. Datas revelam a inexorável ação do tempo. Natal, passagem de ano, nosso aniversário, são ocasiões que mesmo em meio à alegria, somos assaltados por essa incômoda constatação de que mais um ano da nossa vida se foi. E como consequência, a pergunta inevitável: O que você está fazendo com sua vida? No último sábado, antecipando o aniversário da minha mãe, que no dia 03 de janeiro próximo completa 85 anos, reunimos a família no lugar onde passamos nossa infância. Quase tudo mudou, mas algumas coisas ainda estão lá, entre elas o paiol e o forno. E é ali, ao redor do velho forno de barro, que se passaram os momentos mais felizes dos meus primeiros natais. Tenho poucas memórias dos presentes que recebi, mas lembro que esperávamos com alegre ansiedade os dias que antecediam o Natal, quando minha avó materna e minha mãe faziam os inesquecíveis doces de massa. O pátio era cuidadosamente varrido, a mesa das refeições era trazida para fora e ali, naquele cenário bucólico, todo o processo ia acontecendo, como num ambiente mágico. Ah, que reações químicas extraordinárias se produziam em nossos corpos, com a visão e o cheiro daquelas preciosas guloseimas voltando do forno gordinhas e tostadas, sendo derramadas ruidosa e generosamente sobre a mesa. Era um prazer indescritivelmente único! E provavelmente não só as crianças sentiam esses êxtases, pois sempre se formava ao redor um rebuliço de galinhas, cães e gatos, também excitados com a possibilidade de provar alguma migalha. Por um momento, deixo a imaginação vagar no tempo, afinal, exceto pelo meu pai e meus avós maternos, estávamos todos ali, exatamente as mesmas pessoas, no mesmo lugar e às vésperas de mais um Natal. Por que não pensamos em reeditar doces de massa? Pois é! Quem sabe no próximo ano! Mas, pensando melhor, ainda que viéssemos a fazê-lo, sei que já não seria a mesma coisa. O tempo fez seus estragos e certamente os nossos olhos não recuperariam o mesmo brilho, nem os nossos hormônios produziriam as mesmas sensações. Lá se foram mais de cinquenta anos e talvez seja melhor deixar as lembranças como estão.... Mas recordo também, que esses momentos arrebatadores aconteciam sempre em tardes amenas, de dias claros, com nuvens coloridas enfeitando o céu. E eu gostava de olhar para o alto e acreditar que aqueles momentos felizes aqui em baixo, no fundo vinham de lá. Certamente essa foi a minha verdadeira conexão com o Natal! Prezado leitor: Então é Natal! E o que fazer? Hoje os céus estão estranhos lá em cima e aqui embaixo, já não há muitos motivos para arrebatamentos. Não só as vitrines e supermercados roubaram o encanto dos fornos de barro, mas o mundo está azedo e as pessoas estão inseguras. Então, sem saudosismos – por que o tempo não torna atrás, vamos elevar novamente nosso olhar ao céu. Sim, porque muito além da imaginação de uma criança, ou de um velho que já sou, é do alto que veio, que vem e que virá o verdadeiro presente de Natal: “E, estando eles com os olhos fitos no céu, enquanto Jesus subia, eis que dois varões vestidos de branco se puseram ao lado deles e lhes disseram: Varões galileus, por que estais olhando para as alturas? Esse Jesus que dentro vós foi assunto ao céu virá do modo como o vistes subir”. (Atos 1:9-11) É nessa certeza e esperança que desejo a todos, um Feliz Natal! JESUS, A OPÇÃO DA VIDA!
COMUNIDADE CRISTÃ
Culto: Domingos as 19h30min
Jovens: Sábados as 19h30min
Encontro de Oração: Sextas as 20h

Atendemos pelo e-mail contato@ccencantado.com.br
- Info. sobre reuniões de células
- Aconselhamento
- Esclarecimento bíblico
NOVIDADES
COMUNIDADE CRISTÃ DE ENCANTADO/RS | TELEFONE: (51) 3751-1369 | EMAIL: contato@ccencantado.com.br