Comunidade Cristã | Encantado, 23 de setembro de 2017
A UNIDADE DE BABEL
Por: Pr. Armando Castoldi
26/09/2015
A UNIDADE DE BABEL O livro de Gênesis relata a conhecida história da construção da Torre de Babel, uma a mais das tantas tentativas que a humanidade tem feito para proclamar sua independência de Deus. Transcrevo parte do relato: “Disseram: Vinde, edifiquemos para nós uma cidade e uma torre cujo tope chegue até os céus e tornemos célebre o nosso nome, para que não sejamos espalhados pela terra. Então, desceu o Senhor para ver a cidade e a torre, que os filhos dos homens edificavam; e o Senhor disse: Eis que o povo é um, e todos têm a mesma linguagem. Isto é apenas o começo; agora não haverá restrição para tudo que intentam fazer” – Gênesis 11.6. O livro de Gênesis é muito interessante, pois os mesmos relatos que parecem trazer a simplicidade e ficção dos contos infantis são também como montanhas imensas que pela sua grandeza e solidez não podem ser removidas. Nesse simples episódio, que para muitos de fato não passa de uma lenda, encontramos a causa mais básica dos dilemas com os quais nos debatemos nestes dias tão conturbados. O antropocentismo ( o homem no centro) é uma concepção filosófica que surgiu na Idade Média, com o renascentismo, como movimento de oposição ao pensamento bíblico, que coloca Deus como centro de todas as coisas Foi essa guinada no pensamento do mundo ocidental que operou a transição entre a Idade Média e a Idade Moderna, a qual foi depois potencializada quase que ao infinito pelas teorias evolucionistas e Darwin e seus discípulos. Na rapidez com que as ideias hoje se propagam, passamos quase que imperceptivelmente do mundo contemporâneo à pós-modernidade. A globalização, como um “buraco negro”, sugou o mundo todo para dentro dessa concepção. Parece irônico, mas o texto bíblico acima traduz de modo impressionante a filosofia do nosso tempo. O mesmo antropocentrismo de Babel está explícito em cada palmo de nossas ruas, em cada mínimo espaço de nossos lares e de nossas instituições. Depois de milênios onde a humanidade ficou separada pelas diferenças de línguas e culturas, a velha sentença novamente cabe como uma luva: “O povo é um”. Alguns poderão dizer: Como o povo é um, em meio a tanta confusão e desordem? Fácil! Também em Babel, a unidade não provinha do fato que os homens se amavam a tal ponto de desejarem ficar juntos para sempre. Não! A unidade de Babel provinha da inspiração maligna que pretendia colocar o homem no centro de tudo (antropocentrismo), abolir o nome de Deus e voltar as costas para a Sua vontade. Esse era o espírito de unidade que tentou erigir Babel. Assim, a confusão das línguas não foi um castigo, mas um ato de misericórdia de Deus, para poupá-los da autodestruição. Parece incrível, mas em se tratando de por abaixo os valores milenares do cristianismo, multidões são instantaneamente mobilizadas. As “Paradas Gay” são um bom exemplo disso. Mas, quando desafiamos as pessoas a se voltarem para Deus, o Deus vivo, Aquele que criou os céus e a terra, Aquele que possui direito legítimo sobre nossas vidas, então de repente nos vemos incorporados na figura perplexa de João Batista: “Eu sou a voz do que clama no deserto” – João 1.23. Essa realidade é tão visível que já não precisamos ir até os antros escuros da sociedade para encontrá-la, pois até nos próprios ambientes que deveriam promover a vida, como a família e a escola, cada vez mais se faz sentir esse espírito de rebeldia. Prezado leitor: Assim como na unidade de Babel, a nova unidade provém unicamente do fato que “o povo” elegeu um inimigo comum: o próprio Deus! E, quem não quiser ser arrastado por essa “tsunami” terá que se render à velha mensagem da porta apertada e do caminho estreito. E por que não? Venha para Jesus; venha para a vida! JESUS, A OPÇÃO DA VIDA!
COMUNIDADE CRISTÃ
Culto: Domingos as 19h30min
Jovens: Sábados as 19h30min
Encontro de Oração: Sextas as 20h

Atendemos pelo e-mail contato@ccencantado.com.br
- Info. sobre reuniões de células
- Aconselhamento
- Esclarecimento bíblico
NOVIDADES
COMUNIDADE CRISTÃ DE ENCANTADO/RS | TELEFONE: (51) 3751-1369 | EMAIL: contato@ccencantado.com.br