Comunidade Cristã | Encantado, 18 de novembro de 2017
CONSERTADOR
Por: Pr. Armando Castoldi
07/09/2015
É sempre complicado quando falamos de nós mesmos. Muitas vezes o modo como nos vemos não é aquilo que as pessoas enxergam em nós. Mas se eu fosse me definir com uma palavra, talvez eu dissesse que sou um “consertador”. Desde menino tinha esse mania de tentar arrumar coisas, mesmo que muitas vezes não desse certo. Minha mãe costumava dizer que quando eu pegava algo para arrumar, duas coisas podiam acontecer: Ou eu arrumava mesmo, ou estragava de vez. Mas foi assim, errando e acertando, que aprendi a insistir nas soluções. Na última terça-feira, ao ocupar um banheiro que temos no porão da nossa casa, percebi que o vaso sanitário estava solto. Os parafusos de fixação, tomados pela ferrugem, haviam quebrado. Mesmo nunca tendo feito tal serviço, me pareceu que seria bem simples: fechar o registro de água, remover o vaso, substituir os parafusos, recolocar o vaso, a conexão hidráulica e pronto! Então, antes de “botar a mão na massa”, fui até à loja de ferragens e comprei os parafusos novos. Prá começar, levei quase uma hora para remover as partes dos parafusos velhos que ficaram presas ao piso. Como as buchas pareciam boas, fixei os novos parafusos, mas quando fui recolocar o vaso, percebi que eram muito curtos. Voltei para a loja e como não encontrei os parafusos originais, decidi improvisar. Porém como coisas adaptadas nem sempre dão certo, agora os novos parafusos eram muito longos. Revirei então minha caixa de ferramentas e encontrei ali dois parafusos que pareciam próprios, embora fossem de um diâmetro um pouco maior que as buchas. E deu certo, até acionar a descarga! Apertei e reapertei a conexão, mas nada. Cada vez que puxava a descarga o vazamento era maior. O anel de vedação, ressecado, não se adaptava mais ao seu lugar. Bem, a essa altura, já não raciocinando direito, fechei novamente o registro da água removi outra vez o vaso, a conexão, e voltei para a loja. Não encontrando o anel, precisei comprar toda a peça nova. Então, lá vou eu, refazendo a operação: Montar o vaso, a conexão e tal, até que ao apertar novamente os parafusos uma das buchas simplesmente se desfez. Por que não troquei logo as buchas? Por que não comprei os parafusos certos? A essa altura, já envergonhado, fui comprar o que faltava em outra loja. Então, depois de algumas horas de insistente e desgastante luta, finalmente venci a batalha!!! Esse episódio me levou a refletir sobre minha vida e considerei que em parte minha mãe tinha razão. Por outro lado, me senti feliz, pois mesmo errando muito, ainda preservo essa motivação de querer consertar as coisas. Acredito que foi essa “mania” de acreditar que tudo tem solução, que um dia busquei a Deus para consertar a mim mesmo. Provavelmente é também esse aspecto da minha personalidade que me leva a gastar tanto tempo, energia e recursos para ajudar a consertar vidas. Se eu pensasse nas minhas próprias condições ou fizesse muitos cálculos, talvez já tivesse desistido. Entretanto, continuo tentando ser um consertador, pois ao agir assim, sei que me alinho ao coração de Deus. Desde a criação, quando “a terra era sem forma e vazia”, passando pela vinda do próprio Filho, para morrer na cruz pelos nossos pecados e, olhando para o futuro, quando criará “novos céus e nova terra”, vejo em Deus um criador apaixonadamente empenhado em consertar aquilo que se estragou. Prezado leitor: É cômodo viver na era do descartável. É mais fácil jogar fora; é mais fácil desistir dos relacionamentos; é mais cômodo achar que não vai dar certo, mas felizmente, para mim e para você, Deus não pensa assim: “Por que Deus amou o mundo de tal maneira que deu seu Filho unigênito para que todo aquele que nele crê não pereça, mas tenha a vida eterna. Porquanto Deus enviou seu Filho ao mundo, não para que julgasse o mundo, mas para que o mundo fosse salvo por Ele”. (João 3.16-17) JESUS, A OPÇÃO DA VIDA!
COMUNIDADE CRISTÃ
Culto: Domingos as 19h30min
Jovens: Sábados as 19h30min
Encontro de Oração: Sextas as 20h

Atendemos pelo e-mail contato@ccencantado.com.br
- Info. sobre reuniões de células
- Aconselhamento
- Esclarecimento bíblico
NOVIDADES
COMUNIDADE CRISTÃ DE ENCANTADO/RS | TELEFONE: (51) 3751-1369 | EMAIL: contato@ccencantado.com.br