Comunidade Cristã | Encantado, 24 de setembro de 2017
A RESPOSTA
Por: Sara Elisa Koefender
08/02/2013

 (Sara Elisa Koefender – Crônica escrita em 1º.02.2013)

Quero parar um pouco pra desenvolver um assunto, nessa semana tão sombria, tão triste, que eu vivenciei de perto, com um aperto enorme que ainda não saiu do meu coração. Ouvi tantas histórias, difícil de eleger a mais triste, ouvi das pessoas que testemunharam, das pessoas no ônibus, ou em qualquer lugar, das pessoas internadas, “ouvi” histórias estampadas em rostos opacos. Vi lágrimas rolarem, enquanto se falava “quero acordar desse pesadelo”. E quem não queria que fosse possível simplesmente acordar e dizer “ufa, não passava de um sonho ruim”. “É melhor ir à casa onde há luto do que a uma casa em festa, pois a morte é o destino de todos; os vivos devem levar isso a sério” - Eclesiastes 7:2.  É difícil entender esse versículo nesse momento. Como pode o luto ser melhor???                                           

Todavia, concordemos: a morte, com toda sua dor, nos leva a reflexão sobre como a vida é frágil, como não podemos saber se morreremos aos 100, aos 80, ou aos 20. Como não podemos saber o que acontecerá amanhã ou depois. Então, no meio dessa dor, eu proponho, reflitamos, nos importemos com isso. Eu vejo a minha geração marcada por coisas que desagradam a Deus, talvez como nunca se viu antes, por humanismo, egoísmo, falta de amor, pecado, e isso me entristece. A própria Igreja, nós, muitas vezes sendo contaminados ocidentalmente com tantas coisas que não estão no coração de Deus, que o Senhor não planejou para nós, preocupados com ganhar dinheiro, construir aqui, preocupados com nós mesmos, evangelizando pouco, amando menos.

Eu não tenho as respostas, os porquês pra tudo o que aconteceu. Mas eu sei A RESPOSTA para a dor, para curar o coração, a alma ferida, a nossa alma ferida, o “coração” da nossa cidade imensamente machucado.

Respondeu-lhes Jesus: “Eu sou o caminho, a verdade e a vida. Ninguém vem ao Pai, a não ser por mim”. João 14:6.

Aqueles que foram, não voltam. Mas aos que ficaram, um bom momento para se voltarem para Deus. Alguns são sobreviventes, viram tanta coisa, talvez nesse momento não conseguem dormir; esses estão como se tivessem recebido uma segunda chance. Tenha certeza, Deus tem um plano pra sua vida! Experimente, ore a Jesus com suas próprias palavras, chore diante dele, peça que Ele visite seu quarto com a presença dEle, que ele cure suas memórias, o trauma. Jesus sabe o que é a dor, Ele levou a nossa dor na cruz, levou a dor de cada mãe e pai que agora choram, e tenho certeza que o Seu desejo é trazer vida onde há morte, trazer alegria (o que nos parece completamente impossível), onde há pranto. Muitos agora oferecem ajuda, de tudo o que é lado, mas Jesus disse que só.

Precisamos clamar pela justiça de Deus. A Justiça de Deus é transformadora, tira os nossos pés da lama e nos coloca em lugares altos. Que essa justiça venha com cura e transformação nessa cidade, que eu amo, na nossa universidade tão querida.

Provavelmente daqui a muitos anos ainda contaremos o que vivenciamos aqui. Mas eu realmente espero que o que suceda a essa tragédia sejam corações arrependidos, voltados a Jesus.

Acordemos do tempo perdido.

Para finalizar, quem sabe não cabe trocar um pouco de músicas, trocar um pouco os lugares frequentados, mudar a mente, dar uma chance ao coração de experimentar as coisas de Deus, o que talvez nunca foi tentado.

 

*Sara é estudante do 5º ano de medicina na Universidade Federal de Santa Maria, filha do Pr. Luiz Henrique e Mônica Koefender, da Comunidade Cristã de Lajeado.

JESUS, A OPÇÃO DA VIDA!

COMUNIDADE CRISTÃ
Culto: Domingos as 19h30min
Jovens: Sábados as 19h30min
Encontro de Oração: Sextas as 20h

Atendemos pelo e-mail contato@ccencantado.com.br
- Info. sobre reuniões de células
- Aconselhamento
- Esclarecimento bíblico
NOVIDADES
COMUNIDADE CRISTÃ DE ENCANTADO/RS | TELEFONE: (51) 3751-1369 | EMAIL: contato@ccencantado.com.br