Comunidade Cristã | Encantado, 24 de setembro de 2017
A PRAGA DO POLITICAMENTE CORRETO
Por: Pr. Armando Castoldi
11/09/2012

 

Li ontem, por indicação do meu filho Natanael, numa sentada, o livro “Guia Politicamente Incorreto da Filosofia” – Ensaio de ironia, (Editora Leya) de Luiz Felipe Pondé, doutor em filosofia, professor da PUC-SP e da FAAP e colunista da Folha de São Paulo. O autor é simplesmente genial na abordagem que faz da maneira de pensar do mundo atual, onde a verdade, a honestidade, a coerência, a moral, a lógica é o que menos importa, contanto que sejamos “politicamente corretos”. 
Do ponto de vista do autor, essa é talvez a pior praga que o mundo civilizado já conheceu, pois destrói tudo aquilo que está estabelecido, colocando o homem como mero produto social em evolução e que portanto, ninguém mais pode dizer que algo é certo ou errado, uma vez que nós podemos ser transformados naquilo que bem entendermos. Desse ponto de vista, não há limites para aquilo que o homem decida ser, ainda que com isso negue as realidades mais básicas da vida. 
É dentro dessa perspectiva, por exemplo, que o ativismo feminista, ativismo gay e a obsessão pelo direito das minorias vem ganhando força em todo o mundo, simplesmente por que a virtude já não possui mais um endereço certo. Ela pode estar em qualquer lugar e em qualquer circunstância, pois tudo se tornou uma mera questão de ponto de vista. Assim, a sensibilidade para com os covardes usurpou o valor da coragem, e a bandeira das igualdades usurpou o valor da moral, do trabalho e do conhecimento. Numa única frase o autor traduz a verdade social mais básica que o politicamente correto quer negar a todo custo: “Os homens não são iguais – os poucos melhores sempre carregaram a humanidade nas costas”.
Pela perspectiva do politicamente correto, todo complexo, toda fraqueza, toda pobreza, toda ignorância, encontram sua razão de ser na opressão daqueles que por simples decorrência da sua natureza, circunstância ou do seu esforço, não são complexados, nem fracos, nem pobres e nem ignorantes. Ele diz: “Movidos pela ideia rousseauniana do que o mais fraco politicamente é por definição melhor moralmente, o exército do politicamente correto se transformou numa grande horda de violência na esfera intelectual nas últimas décadas, cirando uma verdadeira ‘cosmologia’ politicamente correta – por exemplo, dizendo que Deus é na verdade uma Deusa – a serviço da transformação do mundo que eles têm na cabeça, muitas vezes inviabilizando qualquer possibilidade de pensar diferente”. (Pg.32)
Abordando uma lista bem grande de assuntos que estão na pauta dos românticos do PC, o autor sugere desafios bem concretos como por exemplo, ir morar em Cuba, num país Islâmico, viver no Gabão ou no meio de uma tribo de índios da Amazônia, para sentir na pele o discurso. Em suma: A experiência demonstra não somente que uma coisa é diferente da outra, como também que algumas coisas são melhores que outras. E o pecado? Ainda que Adão e Eva não tivessem existido, é mais gritante das realidades.
Um tira gosto: “A praga PC detesta a culpa. Uma das coisas mais comuns nos politicamente corretos é negar a culpa dizendo que é a sociedade que “impõe” a culpa como forma de controle. A famosa culpa “judaico-cristã”. (...) Nada é mais central do que uma pessoa com os olhos vidrados na culpa. Pessoas sem culpa são monstros morais. O discurso segundo o qual a culpa é uma forma pensada de controle dos mais fortes sobre os mais fracos (em que pese o fato de que a culpa pode mesmo ser manipulada, como tudo o mais que é verdadeiro na vida humana) é falso e indica antes de tudo uma mentalidade infantil, na medida em que se sentir culpado é um dos modos mais típicos da consciência moral. Em assuntos como esses, melhor do que a argumentação pura e simples é a experiência. Você, caro leitor, já fez mal a alguém? Alguém que não merecia? Se a resposta for não, você é um mentiroso”. (Pg. 160-161).
JESUS, A OPÇÃO DA VIDA!
COMUNIDADE CRISTÃ
Culto: Domingos as 19h30min
Jovens: Sábados as 19h30min
Encontro de Oração: Sextas as 20h

Atendemos pelo e-mail contato@ccencantado.com.br
- Info. sobre reuniões de células
- Aconselhamento
- Esclarecimento bíblico
NOVIDADES
COMUNIDADE CRISTÃ DE ENCANTADO/RS | TELEFONE: (51) 3751-1369 | EMAIL: contato@ccencantado.com.br